razoes

Trabalho com o público adulto há pelo menos 15 anos, sendo que nos últimos 05 pude me dedicar EXCLUSIVAMENTE a aulas particulares para adultos e pude observar o comportamento deste público. É normal que em um determinado momento, o aluno decida não continuar o curso, seja por questão financeira, por falta de tempo ou por problemas pessoais. O problema é que na maioria dos casos, o aluno decide parar sem ter atingido seu objetivo, e infelizmente isto é frustrante tanto para o aluno quanto para o professor. Por isso, decidi organizar aqui as minhas observações e tentar mostrar a você porque você deve continuar o seu curso de inglês.

Inglês não é gasto e sim investimento.

Com certeza você já ouviu que Educação não é gasto e sim investimento. Se você pensa que esta é apenas uma forma das escolas e professores “venderem os seus cursos”, talvez esteja na hora de rever os seus conceitos. Aprender qualquer habilidade é sim um investimento que você faz em si mesmo (ou seja, no seu bem mais precioso), pois é um curriculum cheio de conhecimentos e habilidades que vai fazer com que você se destaque no mercado de trabalho.

No caso especifico do inglês, ele é necessário para praticamente todas as áreas de trabalho, uma vez que a presença das multinacionais está cada vez mais forte e que as empresas nacionais estão cada vez mais interagindo no mercado em internacional.

Você acha que vai retomar o curso no próximo semestre.

Muitos alunos param o curso pensando em voltar no próximo semestre, mas na minha experiência profissional, isto acontece numa proporção menor que 5%. Quando me procuram pela 1ª vez, muitos falam que já estudaram inglês mas estão “parados há algum tempo” e este tempo raramente é menor que “05 anos”.

Acontece que mesmo que você tenha a intenção de retomar o mais rápido possível, é bastante provável que outras coisas comecem a acontecer na sua vida de forma e você acaba “esquecendo” do inglês. Quando você finalmente decide continuar o seu curso, é provável que já tenha “esquecido” muita coisa e precise rever várias coisas que já viu antes.

O ideal é que você tente adaptar a sua vida AGORA e levar em frente o seu objetivo AGORA, economizando assim TEMPO e DINHEIRO.

Você não vai ter disciplina para continuar a estudar por conta própria.

Responda honestamente: quando você está fazendo aulas em escola ou com professor, você faz 100% dos exercícios solicitados em dia e segue TODAS as orientações de atividades extra classe do seu professor? Você costuma pedir atividade extra para o seu professor? Você tem um horário pré-definido de estudo e o cumpre com pontualidade?

Se você respondeu que SIM a TODAS as perguntas, é possível que você tenha disciplina para estudar por conta própria, mas na prática, a maioria dos alunos não consegue responder que SIM a todas estas perguntas. Neste caso, reflita sobre outra questão: se você não consegue manter uma disciplina de estudo enquanto tem o acompanhamento de um professor, porque você manteria esta disciplina por conta própria?

Encontre o meio-termo e faça o possível para continuar.

Se você está parando o curso porque o orçamento está pesado, já pensou em conversar com seu professor ou escola e reduzir a carga horária de estudo? Esta alternativa também te ajuda em relação a tempo também. Talvez você pense que estudar 1,5h por semana não seja tão bom quanto estudar 3h por semana, mas veja por outro ângulo: 1,5h/a semanais é mais do que “0 horas semanais”.

Se você faz aulas VIP, outra opção para melhorar o valor do investimento é procurar aulas em duplas, pois desta forma você mantem contato com o inglês e ainda aumenta seu vocabulário e as chances de conversação, afinal, aprender um idioma é aprender a interagir e a se comunicar.

persistence

O seu concorrente profissional fala inglês.

O Brasil passa por uma época de crise e muitas empresas já estão começando a enxugar o seu quadro de funcionários. Na hora dos cortes, quem você acha que eles vão dispensar: o “gerente de RH” ou o “gerente de RH que se atualiza e fala inglês?”. Quem você dispensaria?

Se você está desempregado e está procurando chances no mercado de trabalho, quem você acha que tem mais chances de ser contratado:  o “gerente de RH” ou o “gerente de RH que se atualiza e fala inglês?”.

Em outras palavras, inglês pode ser o diferencial que vai garantir o seu emprego e até mesmo uma promoção no futuro.

Você realmente não tem tempo ou dinheiro?

Esta pergunta é super válida pois muitas vezes, o que falta é prioridade. Muitos alunos param o inglês mas continuam mantendo outros gastos que por mais prazerosos que sejam, não teem o mesmo caráter de investimento. Talvez deixar de comprar aquele celular na moda este ano e manter o inglês seja mais inteligente, uma vez que o inglês é algo que você não “vai perder” e que vai te ajudar a crescer pessoal e profissionalmente. O mesmo se refere a tempo, será mesmo que você não tem tempo, ou talvez falte um pouco de planejamento? Quanto temos muitas atividades, é importante priorizar e se organizar, afinal, vai dizer que você não tem 15 minutos por dia?

Estas são apenas alguns motivos pelos quais eu acho que parar de estudar inglês antes de ter atingido o seu nível necessário de fluência é uma má ideia, são motivos gerais, que se aplica, a quase todo mundo, porém tenho certeza que em casos específicos, podemos pensar em ainda mais razões para continuar. O fato é: como você se imagina daqui a 5 anos no que se refere a inglês? Parar agora vai te ajudar a alcançar este objetivo? Se a resposta for NÃO, você já sabe que decisão tomar.