pronunciarA maioria dos alunos que me procuram se queixam de entender bem, dominar a gramática mas travar na hora de falar. As razões são as mais diversas: insegurança devido a falta de prática, medo de não se fazer entender, dúvidas de concordância e principalmente: a possibilidade de pronunciar errado, o que pode fazer com que o seu interlocutor não entenda o que você está dizendo. Pensando nisso, vou explicar para vocês a forma mais “exata” de se pronunciar melhor em inglês, e se é para ser exato, vamos recorrer a uma ciência: a fonética.

E o que seria a fonética?

Fonte: Wikipedia

Em outras palavras, é uma forma cientifica e objetiva de entender a pronúncia e a partir desta consciência, aprender a pronunciar corretamente.

Como usar a fonética para pronunciar melhor? 

É simples, sabe aqueles símbolos engraçados/estranhos que aparecem no dicionário quando procuramos por uma palavra? Aqueles símbolos fazem parte do alfabeto fonético e tem como função ajudá-lo a “ler a pronúncia” correta de uma palavra.

Veja um exemplo da palavra “phonetics” no dicionário Cambridge online:

Cambridge Dictionaries Online

Observe que a palavra não pode ser lida como se escreve, pois assim leríamos “ponétics” e o correto é algo parecido com “fou NÉ tics”

Por que é errado pronunciar da forma como escrevo?

Porque você corre o sério perigo de pronunciar errado e não ser compreendido pelo seu interlocutor, podendo inclusive geral desentendimentos. Segundo porque as letras escritas formam a IMAGEM da palavra, ou seja, é a forma de você “ver” a palavra. Já os símbolos fonéticos formam a IMAGEM DO SOM da palavra, é como se, de alguma forma, pudéssemos “fotografar o som e representar em símbolos“. Assim, uma palavra escrita com 7 letras pode ter apenas 3 símbolos fonéticos como é o caso de through, que tem como representação fonética /θruː/

O que é o alfabético fonético?

É a sequência de símbolos fonéticos usadas para representar o som de uma palavra. Em inglês temos 26 letras no alfabeto convencional e 44 símbolos no alfabeto fonético, o que significa que temos mais sons do que letras, assim sendo, é impossível atribuir um único som a cada letra.

Veja abaixo uma lista com os 44 sons da língua inglesa, ao clicar, você será levado ao site do British Council e poderá ouvir todos os sons.

pronunciar

Sou iniciante, devo me preocupar com fonética agora?  

Há muitos professores/cursos de idiomas que acreditam que o falante só deve se preocupar com a pronúncia quando estiverem num nível avançado, oferecendo inclusive cursos específicos de pronúncia para quem já acabou os últimos níveis do curso regular. Eu respeito, mas discordo.

Acredito que o aluno deve aprender a pronunciar corretamente desde o nível mais básico de aprendizado, e aprender a ler os símbolos fonéticos desde o início. Desta forma, o aluno desenvolve um aprendizado consciente, evitando que erros de pronúncia se cristalizem e se tornem mais difíceis de ser corrigidos. Esta “cristalização” de erros é muito comum principalmente no que se refere a sons não-existentes na língua portuguesa que é o caso do -TH. Afinal, quem nunca foi corrigido ao dizer “thanks” ou “something”?

E como aprender fonética?

O ideal é aprender os sons aos poucos. Primeiro as vogais, depois as consoantes. Para isso, alguns livros já trazem em suas lições atividades com símbolos fonéticos desde o nível mais iniciante, que é o caso da série English File da Oxford. O site deles é aberto ao público e é uma ótima fonte de aprendizado.

Agora você já tem uma noção geral sobre fonética e símbolos fonéticos, o que já é o suficiente para irmos para nossa segunda parte: “como estão divididos os símbolos fonéticos e como entendê-los”, mas isso fica para o próximo post.

Espero que tenham gostado!

Dúvidas? Sugestões? Que tal mandar um comentário???

6

Como vocês que acompanham nosso trabalho com frequência já sabem, não é a primeira vez que falo da importância das séries no apoio ao aprendizado de inglês – lembram-se do COMO E PORQUE ASSISTIR SÉRIES EM INGLÊS?. São muitas as melhorias que elas podem trazer ao aprendizado e até mesmo podem ajudar a avançar mais rápido no idioma. Acontece que nem todo mundo sabe por onde começar. Alguns alunos sempre me perguntam se “pode assistir qualquer série”, se “tem algum tipo de série que seja mais recomendado”, e,até mesmo, me pedem sugestões de títulos. Pensando neles, e em vocês, é claro, eu escrevi este post.

Claro que o importante é manter contato com o idioma, mas se você está ainda buscando UMA SÉRIE PRA CHAMAR DE SUA, eu posso dar algumas dicas de como escolher uma série que ajude a atingir seus objetivos mais rapidamente. Tente escolher séries que obedeçam a alguns destes critérios:

  1. Séries que giram em torno de famílias ou grupos de amigos: estas séries costumam abordar assuntos bem comuns como trabalho, relacionamentos, viagens, idas a restaurantes, ou seja, tudo que uma pessoa normal precisa fazer (e falar).
  2. Comédias: as comédias, de forma geral, têm capítulos mais curtos que as séries de drama, duram em média 25 minutos, o que possibilita assistir a pelo menos UM EPISÓDIO POR DIA.
  3. Séries com mais de 3 temporadas: como a ideia é fazer uma atividade contínua, é interessante que a série tenha vários episódios, o suficiente para prender a atenção por alguns meses.
  4. Evitar séries com temáticas profissionais. Séries de médicos, de advogados, de policiais são ótimas para entretenimento, mas para quem ainda está nos níveis básicos do inglês, pode ser mais difícil de acompanhar devido aos termos técnicos de cada área profissional.

05 séries para você arrasar no inglês:

FRIENDS
10 temporadas 236 episódios

séries

Não tem como não colocar FRIENDS como a primeira da lista. É uma das séries mais populares dos Estados Unidos e unanimidade entre os English teachers do mundo inteiro.

Chandler, Joey, Mônica, Phoebe, Rachel e Ross formam um grupo de seis amigos que lutam para sobreviver e crescer profissionalmente em Manhattan. São abordados temas como família, trabalho, dinheiro, sexo e principalmente amor e amizade. As piadas são super inteligentes e as situações super engraçadas. No terceiro episódio, você já está viciado!

HOW I MET YOUR MOTHER
9 temporadas 208 episódios

SÉRIES de Tv

A série é narrada em 1ª pessoa por Ted Mosby, que no ano de 2030 começa a contar ao seu casal de filhos como conheceu a mãe deles. Para isso ele volta para 2005 e começa a contar todos seus desencontros profissionais e amorosos em Nova York. Além disso, Ted narra as aventuras dos seus amigos: o atrapalhado advogado Marshall Eriksen, a professora Lily Aldrin, a jornalista Robin Scherbatsky  e o mulherengo convicto Barney Stinson, que é com certeza o personagem mais legendário de todas as séries!!!

TWO AND A HALF MEN
11 temporadas 262 episódios

séries

Charlie é rico, solteiro e gasta seu tempo com bebidas e mulheres. Ele vivia muito bem em sua casa em Malibu até o dia em que o irmão Alan é expulso de casa pela ex-mulher e vai buscar abrigo na sua casa, levando consigo o filho Jake. Os conflitos de personalidade e o estilo de vida nada regrado de Charlie são apenas o começo das várias situações hilárias e inesquecíveis pelas quais os personagens vão passar.

MODERN FAMILY
Atualmente na 7ª temporada, já conta com 148 episódios.

séries

São três famílias: o patriarca Jay se casa com uma mulher que tem a metade da sua idade e com ela vem seu filho, Manny. Os dois filhos adultos de Jay têm as suas próprias famílias: a certinha Claire é casada com o corretor de imóveis canastrão Phil e têm três filhos de personalidades totalmente diferentes um do outro. Mitchel, o outro filho de Jay, é um advogado que mantem uma relação estável com Cameron e criam a filha adotiva Lily. Por tanta diversidade, são muitos encontros e desencontros, o que torna a série muito engraçada, mas também muito realista, refletindo situações corriqueiras da vida moderna.

THE MIDDLE
Atualmente na 7ª temporada, já conta com 148 episódios.

Séries

Esta comédia narra o cotidiano de uma família de classe média baixa de uma pequena cidade no estado de Indiana, que fica na região central dos Estados Unidos, daí o nome The Middle. A família é composta dos pais e três filhos: o mais velho Axl, o estereótipo de aluno fraco mas super popular na escola, a filha do meio Sue, que é super positiva e deslumbrada com tudo a seu redor e o mais novo Brick, que nasceu por descuido e tem tendências antissociais, vivendo com um livro na mão.  A vida com poucos recursos e as diferenças de personalidades rendem boas risadas nas mais diversas situações.

 

Como vocês podem ver, não faltam opções. E esses são apenas ALGUNS exemplos. Há séries que anda estão no ar e outras tantas que já foram canceladas. Há séries para todos os gostos, tipos de humor, temáticas, sotaques (sim, porque você também pode assistir às séries britânicas) e afinidades. Basta começar a procurar e criar o hábito de assistir e você vai ver que logo vai ficar “viciado” em alguma série, e super curioso(a) para saber o que vai acontecer no capítulo seguinte. O seu inglês agradece!

0

series

Assistir séries em inglês é, sem dúvida, uma das formas mais baratas e eficazes de se aprender inglês. Tenho certeza que algum professor já o aconselhou a fazer isso e se por algum motivo você ainda não entendeu o porquê de tanta insistência, está na hora de você entender as vantagens e melhoras que elas podem trazer. Vejamos:

NO GERAL

As séries podem ser consideradas uma forma de IMERSÃO no idioma, pois, aos poucos, você se acostuma a só ouvir em inglês e, sem perceber, começa a “pensar” também em inglês, de uma forma bem natural e principalmente divertida. Além disso, é bastante comum se acostumar com a personalidade de certos personagens a ponto de conseguirmos até mesmo antecipar o que vão dizer em determinadas cenas (e tudo em inglês, claro!).

VOCABULÁRIO

O vocabulário das séries é bem mais realista e atualizado que o vocabulário dos livros didáticos usados para estudar inglês. Os diálogos são mais parecidos com aqueles que gostaríamos de manter no dia a dia, ricos em expressões idiomáticas e gírias mais modernas. Expressões como “are you fucking kidding me?” (você tá de zoeira comigo?) dificilmente aparecerão no seu livro, e são suuuuuper comuns em séries (e na vida real).

LISTENING

A melhor forma de melhorar o seu listening é ouvindo inglês todos os dias. E nada melhor que ouvir o inglês real, falado em ritmo natural, com todas as junções de palavras que são comuns aos falantes nativos. Claro que no começo é meio difícil de entender, mas a insistência é que vai tornar a compreensão mais fácil.

PRONÚNCIA

Quanto mais você ouve inglês, melhor você pronuncia! Isto acontece porque você acostuma o ouvido com a pronúncia e entonação correta e tende a tentar imitar os seus atores favoritos. Quando você não ouve muito inglês, tem uma tendência a “aportuguesar” a pronúncia e fica aquela “fala pesada”, meio estranha e muitas vezes até incompreensível.

GRAMÁTICA

Se você entende as regras dos verbos mas não consegue lembrar na hora de falar, se tem dificuldades de se lembrar da preposição das palavras nas orações e se também se enrola todo(a) ao tentar lembrar o passado dos verbos irregulares… assistir séries também pode ajudá-lo com isso! Na língua portuguesa não “pensamos” antes de montar as frases porque ouvimos português todos os dias. O mesmo também pode acontecer com o inglês, desde que você se exponha ao idioma todos os dias.

 COMO ASSISTIR ÀS SÉRIES

Eu aconselho que, quem ainda é iniciante, escolha uma série e comece a assisti-la a partir do 1º episódio da 1ª temporada e faça uma sequência, assistindo a, pelo menos, um episódio todos os dias.  O efeito não será o mesmo se você assistir a quatro episódios em um dia e ficar uma semana sem assistir nada, pois, para fazer efeito, o que conta é a repetição e a constância.

Veja o roteiro que eu sugiro:

  1. Eu sugiro que o aluno comece assistindo toda a série com áudio em inglês e legenda em português. Sei que alguns alunos se espantam, mas isso é importante para que você entenda a estória e acostume o ouvido aos poucos.
  2. Ao terminar de assistir a todas as temporadas e a todos os episódios da série, comece a assistir novamente a mesma série, desta vez com áudio e legenda em inglês. Dessa forma, você já conhece a estória e vai tentar associa-lá ao que você lê e ao que você ouve em inglês.
  3. Por último, recomece a assistir tudo novamente, mas dessa vez, apenas com áudio em inglês e sem legenda. Como você já lembra da estória, o foco agora será no áudio e na pronúncia.

Em todos os casos, é interessante manter um caderninho para anotar as palavras novas e até mesmo dicas de pronúncia.

Como vocês viram, as vantagens de se assistir séries são muitas, sem falar que é superdivertido. Para quem não tem este hábito, vale a pena começar a cultiva-lo, pois séries ajudam não apenas na aquisição do idioma, mas também na manutenção do mesmo. E se você tem preguiça só de pensar em assistir a uma série, uma motivação extra para você: como professora, tenho observado que quem assiste séries TODOS OS DIAS consegue concluir os níveis bem mais rapidamente que alunos que não assistem ou assistem esporadicamente, encurtando assim o tempo necessário para chegar a tão sonhada fluência. Maravilha, não acha?

0

O que são homophones?

homophonesSe você já estuda inglês há algum tempo é muito provável que já tenha ouvido palavras que “parecem” com outras palavras que vocês já conhecem. Se esta cena é familiar para você é bastante provável que você tenha encontrado um homophone.

E o que são homophones?

A palavra homophone tem origem no Latim, é a junção de homo que significa igual e fono que significa som, daí temos homophones = sons iguais. Assim, temos que homophones (ou homófonos) são palavras que são pronunciadas da mesma forma mas que tem significados e ortografias diferentes.

Ex: knew X new
Knew é o passado de know (conhecer)
New é o adjetivo novo. homophonous or homophonic.

É importante enfatizar que as pronúncias dos homophones não são parecidas ou aproximadas, elas são exatamente iguais. Isso acontece porque no inglês, as letras das palavras não representam seus sons (os sons são representados atráves de símbolos fonéticos) e portanto, letras diferentes podem representar o mesmo som.
Veja outro exemplo, desta vez com três palavras:

There X Their X They’re
There é um advérbio de lugar e significa “lá”
Their é um adjetivo possessivo e significa “deles ou delas”.
They’re é a contração do pronome they com o verbo to be e significa “eles são ou eles estão”.

Porque homophones existem?

Esta “repetição de som” acontece porque a formação de um idioma não é um fenômeno simples. No caso do inglês, há muitas palavras derivadas de outros idiomas devido as frequentes transações comerciais, diplomáticas e até cientificas com outros povos. Além disso, o aparecimento de novas tecnologias, mudanças sociais e até mesmo dialetos regionais podem adicionar novos homophones ao idioma.
Para conhecer mais a respeito de homophones o site homophone.com é uma fonte de muita informação relacionada ao tema. Você pode procurar homófonos específicos (browse homophones) ou aprender um homófono aleatório (random homophone).
E se você acompanha nosso instagram ou fanpage do Facebook já deve ter visto nossos posts com exemplos e pronúnicas de alguns homophones, mas se você ainda não viu eu vou acrescentar um aqui para vocês:

E aí, ficou claro? Se você gostou, nos ajude a compartilhar nosso trabalho compartilhando este post com seus amigos e convidando mais gente para aprender inglês com os posts da Teacher Renata.

0

15 minutos para aprender iinglês

Sendo professora há mais de 15 anos e tendo dedicado os meus últimos 5 anos a atender apenas ao público adulto, é claro para mim que as rotinas estão cada vez mais apertadas e que a “falta de tempo” tem sido um dos principais obstáculos para que as pessoas aprendam inglês. Porém, acredito que com planejamento e foco sempre conseguimos driblar os obstáculos e tento sempre ensinar aos meus alunos que conseguimos sim aprender inglês, mesmo que só possamos nos dedicar 15 minutos por dia.

Dia desses, lendo este artigo da Thais Godinho (blog Vida Organizada) sobre como acabar com a tralha em apenas 15 minutos, pensei que seria uma boa adaptar a ideia para a realidade daqueles que precisam aprender inglês mas não tem tempo. Sugiro que leiam o artigo da Thais para entender melhor a ideia, que é bem simples: trata-se apenas de estabelecer uma rotina diária de apenas 15 minutos para se dedicar a algo (no nosso caso, aprender inglês).

20 Atividades para aprender inglês em apenas 15 minutos:

1. Praticar gramática, mesmo que seja apenas 01 ou 02 questões.

2. Assistir vídeos de um minuto no site English in a minute.

3. Ouvir a mesma música várias vezes e tentar entender a letra anotando expressões e palavras.

4. Ouvir música e acompanhar a letra no site Vagalume.

5. Ouvir música e tentar completar a letra no Lyrics Training.

6. Assistir 1 ou 2 vídeos da série da BBC 6-minute-English.

7. Praticar escrita no site One Word, este site te dá uma palavra diferente a cada dia para que você escreva o que vier a cabeça porém apenas durante um minuto. Não pense, apenas escreva!

8. Ouvir podcasts, baixe podcasts com frequência e sempre que tiver um tempinho ouça com atenção. Alguns sites com podcasts são: BBC Podcast, ESL POD, CHINA 232 e Real Life.

9. Assistir vídeos no EngVid.

10. Escreva um parágrafo em inglês contando como foi o seu dia anterior(como um diário).

11. Praticar gramática online. Sites como English Page ou English-Hilfen trazem várias atividades online mas há vários outros sites com esta finalidade.

12. Ler um artigo curto de alguma revista online sobre um tema de seu interesse, ou um trecho de um livro de inglês adaptado.

13. Assista uma palestra do site Ted.com. Há palestras de vários temas e durações diferentes, escolha uma que seja interessante para você.

14. Se o seu livro de estudo tem um Cd-Rom ou um site com atividades, aproveite estes 15 minutos para coloca-los em dia.

15. Mantenha um caderno de vocabulário e anote expressões novas sempre que aprendê-las. Use estes 15 minutos para criar frases com as palavras que você aprendeu.

16. Siga páginas no Facebook ou perfis no Instagram que dão dicas de inglês (como o @teacherrenata) e anote novas expressões no seu caderninho.

17. Re-assista séries (ou seja, episódios que você já viu) e aproveite para fazer anotações de vocabulário. Em 15 minutos você verá apenas metade do episódio, a outra metade você assistirá no seu próximo intervalo de 15 minutos.

18. Baixe algum app de aprendizado de inglês no seu celular, como o Duolingo, Busuu, Babbel e Lingua Leo, entre outros.

19. Ouça novamente algum listening que você ouviu na aula e achou complicado. Se necessário, leia o audioscript.

20. Pratique pronúncia gravando a própria voz e comparando com a pronúncia do dicionário. Para isso, use o aplicativo de gravação de voz do seu celular e algum bom dicionário online como o Cambridge Dictionary.

21. Grave a si mesmo respondendo perguntas. Em alguns sites como o Conversation Starters é possível achar perguntas dos mais diferentes tipos e graus de complexidade. Você pode pensar na sua resposta antes de gravar e também pesquisar o vocabulário que não souber. Use o gravador do seu smartphone para gravar respostas de 30s a 1 minuto dependendo do grau de complexidade da pergunta.

O importante é que estes 15 minutos virem rotina, então, tentem organizar a agenda de vocês de forma a estabelecer este intervalo de 15 minutos todos os dias e alternem as sugestões acima para não ficar repetitivo e para ampliar as habilidades praticadas. Se planejem com antecedência, tendo acesso a esta lista e aos materiais necessários em todos os lugares para evitar que caiam na desculpa de “não ter o material com você”. Lembrem-se: “a desculpa de hoje vira o hábito de amanhã”. Mantenham o foco, insistam e o resultado virá!

Se você tiver alguma sugestão de alguma outra atividade que pode ser feita em 15minutos ou se apenas não entendeu como por em prática alguma delas ou tiver qualquer outra sugestão, não deixe de compartilhar conosco. E se gostou do artigo, divulgue com os seus amigos e siga as nossas redes sociais!

1

Hi folks!

Bem, uma questão que causa bastante dificuldade aos alunos é a presença do famigerado dígrafo “th”. Como sabemos, a língua falada é composta por fonemas (unidades mínimas de sons) que se juntam para formar as palavras, entretanto, muita gente desconhece a existência de sons diferentes em línguas diferentes. Esse é um dos grandes problemas que giram em torno do “th”.

De acordo com o IPA (International Phonetics Alphabet), o “th” pode ter os sons /ð/ ou /θ/ , que não existem em Português, portanto, não dá para comparar com nenhuma palavra que vocês conheçam.

O som /θ/é produzido com a língua levemente posicionada entre os dentes sem que vibrem as cordas vocais. Exemplos: strength /strɛŋkθ/; three /θriː/ou thanks /θæŋks/.

Por não haver vibração das cordas vocais, o som é produzido na boca então você nota que sem querer você sopra na hora de produzir o som.

Já o /ð/ é produzido da mesma forma que o som anterior, entretanto, as cordas vocais vibram durante a pronúncia. Ex.: these/ðiz/;  those /ðoʊz/  ou there /ðɛr/.

Clique na imagem  para visualizar a posição da língua para cada som produzido

É importante conhecer e saber produzir corretamente esses sons, pois, em alguns casos, o significado da palavra depende da pronúncia. Ex.: θæŋks X tæŋks = Thanks X Tanks ou θri X tri = Three e Tree

Não existe receita mágica, tem que praticar! Clique no link, ouça com atenção e pratique os sons.

Boa sorte!

0

Na dúvida de como pronunciar?

Seus problemas acabaram:


Howjsay
(lê-se how do you say) é um site de pronúncia super simples. Você digita a palavra ou expressão que quer ouvir na barra, clica em submit e a palavra vai aparecer numa lista, a sua palavra estará pink e basta passar o mouse em cima para escutar.

O site também oferece aplicativos para Iphone e Blackberry e custa USD 3,99.  No site, claro que é gratuito!

0

Acredito que muitos já saibam que o site da BBC tem uma seção dedicada ao ensino de inglês, que chama Learning English. Lá vocês encontram pronúncia, aúdio, podcasts, textos…etc… Continue lendo…

1

watch?v=8KjezV-lK4sPara quem está começando o curso agora, e ainda não decorou todas as letras do alfabeto, estou postando esse vídeo que ajudará bastante a memorizar. Lembre-se:

Practice makes perfect!!!

(A prática leva a perfeição)


PS!!! Quem postou originalmente o vídeo foi o usuário LearnFree2007 do Youtube, thank you!!!

0