O problema

A maioria dos alunos que me procuram falam que as suas maiores dificuldades são “entender o que os nativos falam” e “criar frases em inglês durante a conversação”.

O diagnóstico

Um sintoma está ligado ao outro, se você não entende o que ouve não vai conseguir reproduzir oralmente essas falas. Ouvir bem em inglês é a forma de adquirir vocabulário, pronúncia, entonação, uso de preposições, ordem das palavras nas frases, tudo de forma natural, e todos esses elementos são a matéria prima que você precisa para produzir as suas frases, ou seja, para falar.

O tratamento

Estes dois problemas podem ser “tratados” com uma solução simples: exposição ao idioma.

“E como se expor ao idioma se eu não tenho

tempo/dinheiro para morar fora?”

A idéia é simular essa vivência aqui mesmo no Brasil. Dificilmente chegaremos a perfeição mas há várias mudanças na sua rotina que ajudam a atingir o seu objetivo de ouvir e falar bem em inglês.

1. Ouça mais música em inglês

Aproveite o seu tempo no trânsito, na caminhada/corrida, na academia, no banho, enquanto limpa a casa, enquanto digita um relatório para o trabalho e ouça música em inglês. Escolha bandas/cantores que você gosta e sempre tenha um MP3 player ou um CD por perto com as músicas que você gosta, assim será mais fácil acostumar. Tente prestar atenção na letra e até mesmo tente cantar a música junto imitando a pronúncia. Procure também ler a letra dessa música, o site Vagalume traz além da letra, a tradução e exercícios para completar a letra.

2. Ouça rádios online

Complementando a dica acima, use a Internet a seu favor. Escolha um país ou cidade do qual você gosta do accent (sotaque) e pesquise rádios locais. A maioria dos sites de rádio hoje em dia trazem a opção de listen live (ouça online) e muitos são abertos para o mundo inteiro (alguns são restritos apenas para o país de transmissão). Ao achar esses sites, salve nos seus favoritos e tente ouvir sempre que possível, no trabalho ou em casa, mesmo que não esteja usando o computador, apenas deixe ligado enquanto você faz outras coisas. O importante é estar exposto ao idioma. Já falei sobre rádios online neste post aqui.

3. Só assista filmes no cinema ou DVD legendados

Cinema é uma maravilha, não? Filmes são não apenas uma fonte de entretenimento mas também uma fonte de cultura, com eles aprendemos sobre lugares diferentes, hábitos diferentes e sim, podemos aprender inglês também. Ouvir o áudio do filme, no seu original em inglês mesmo que mantendo a legenda em português é uma forma de associar o que você ouve ao que você e pode ser uma boa forma de acostumar o ouvido com o idioma.  Se a sua cidade não passa o filme que você quer ver legendado, espere e veja no DVD.

4. Assista um episódio de uma serie de TV por dia.

As séries de TV são curtas, cerca de 25min a 45min por episódio, é um ótimo programa pra fim de noite e pode substituir uma das tantas novelas que você assiste e que já são tão previsíveis. Escolha uma  (ou mais) séries que você gosta e comece a assistir. Veja um episódio por dia e logo vai começar a perceber gírias, vai entender melhor a pronúncia. Se não tens TV a cabo, faça download dos episódios ou invista na compra de um box e assista mais de uma vez. Assista a primeira vez com a legenda e depois veja de novo sem a legenda (lembram da estória Júlia no Tecla Sap? ) . O importante é manter o hábito, insistir.

Site legal para baixar séries: Baixando Fácil

5. Assista TV em inglês

Além das séries, a Internet nos ajuda também a assistir TV online, vendo transmissões direto dos países de origem em tempo real. Em alguns sites é possível assistir a Fox, ABC, NBC, TNT, BBC e muitos outros canais americanos e britânicos. Se não tiver tempo de assistir, apenas deixe ligado enquanto se prepara para ir trabalhar, enquanto toma café da manhã ou se veste, esse tempo que geralmente você veria a TV nacional você pode ouvir TV em inglês.

Site legal para assistir TV online: TV PC

6. Visite sites/fóruns em inglês, participe dos chats

Seja lá qual for a sua área de interesse/trabalho, há diversos sites ou blogs na rede devotados a essa área, e muitos deles estão em inglês. Há sites relacionados a diversas áreas de conhecimento, medicina, direito, ciência, tecnologia, os blogs são uma ótima opção porque são mais “pessoais”, mais “humanos”. Leia, comente, interaja! As mulheres podem ler revistas online sobre moda, maquiagem, maternidade, os rapazes podem frequentar o site da FIFA, da Fia ou ler sobre carros…enfim, pesquisa e escolha algo do seu interesse pois isso vai te motivar a voltar. Quando encontrar, favorite, cadastre-se pra receber atualizações por emails, esteja ligado!

7. Faça exercícios de listening

Se você já faz um curso de inglês, peça ao seu professor que te ajude a escolher um livro de inglês apenas com exercícios de listening  e faça esses exercícios com frequencia. Exercícios de listening são exercícios curtos, geralmente 10 ou 15 minutos, ou seja, aproveite aquele tempinho que sobrou do intervalo do almoço e faça um exercício. O mesmo vale para sites de com exercícios de listening, aqui mesmo já sugeri alguns. Enquanto faz exercícios, aproveite para ler o script do que ouve, pause, repita, acostume-se com o conteúdo.

8. Audio books em inglês

Hoje em dia os audio books estão cada vez mais populares, que tal ouvi-los em inglês? É uma boa idéia para viagens e fins de semana, e você pode aproveitar para ouvir e ler enquanto ouve, expandindo assim também o seu vocabulário.

9. Não se preocupe tanto com erros e sim com a mensagem

Depois de tantas dicas sobre listening, você vai ver que vai se sentir mais a vontade para falar e vai memorizar o vocabulário mais rapidamente, mas se mesmo assim ha hora de falar der um branco, não se preocupe! Priorize a sua mensagem, o conteúdo do que quer comunicar. E aí vale tudo, desenhe, use gestos, descreva o que você quer com outras palavras ou com exemplos…enfim, faça a sua mensagem chegar ao seu interlocutor pois esse é o grande objetivo de aprender um idioma: se comunicar. Essa prática vai ter dar auto-confiança e aos poucos você vai se sentindo mais a vontade e menos ansioso na hora de se comunicar e logo vai estar produzindo tranquilamente, mas tem que dar o primeiro passo que é: se arriscar!!!

10. Abrace todas as dicas acima e insista!!!

Essas dicas não são o santo graal do inglês, nem são baseadas em tantos científicos, são apenas dicas que funcionam e funcionaram pra mim e pra vários colegas professores, pois na nossa profissão temos como obrigação manter nossa fluência sempre no nível mais alto mesmo que só tenhamos alunos em nível básico. Elas funcionam pra mim porque acredito nelas e as coloco em prática. Se você ler e não colocar em prática, não vais conseguir os mesmos resultados. Além disso, é necessário adotar pelo menos algumas dessas dicas como parte da sua rotina, de forma que você goste desses novos hábitos pois ninguém mantem um hábito por muito tempo se não gostar. O aluno brasileiro de forma geral está muito acostumado com a escola tradicional na qual ele apenas absorve conteúdo pronto mas para aprender um idioma (e principalmente para mantê-lo) é preciso mais que isso, é preciso mudar a sua forma de aprender, é preciso ser proativo no seu aprendizado, então encare essas dicas como uma reeducação na sua forma de estudar.

Boa sorte!

Se você tiver alguma dicas para dividir com outros alunos, use o espaço de comentários para falar o que funcionou melhor para você!